RELEMBRE O ANO 2020 DA ECAM

RELEMBRE O ANO 2020 DA ECAM

2020: o ano em que enfrentamos uma pandemia e tivemos que nos adaptar como equipe.

A verdade é que cada pessoa e instituição tem uma história única para contar de todo esse período. E, felizmente, apesar de todas as dificuldades e contratempos, também temos motivos para nos orgulharmos como equipe.

Então, hoje, convidamos você a olhar por um novo ângulo e relembrar com a gente  os grandes desafios que superamos neste ano.

Como você sabe, a essência da Ecam está no relacionamento, na troca de experiência, no contato, no olhar.  Está, muitas vezes, em perceber nas entrelinhas o que o outro precisa.

O relacionamento próximo é a realidade do nosso trabalho. E quando olhamos para 2020, percebemos que as nossas principais qualidades, como organização, precisaram ser adaptadas, para continuar entregando o melhor resultado possível para as comunidades e para os nossos colaboradores.

Com isso, o primeiro grande passo deste ano com certeza foi se ambientar ao cenário coberto de desafios: trabalhar exclusivamente de casa, pensar em maneiras diferentes de continuar atendendo as comunidades e manter a nossa força como equipe.

Foi difícil no início? Muito. Mas reparando em algumas experiências, podemos falar que foi possível.

Neste ano, pudemos auxiliar as comunidades de uma maneira diferente, com a campanha #TodosContraaCovid19 a Ecam e parceiros puderam apoiar territórios e comunidades de em vários estados do país .

E ainda pudemos publicar o Estudo “Quilombos e Quilombolas na Amazônia: os desafios para o (re) conhecimento”, a primeira pesquisa socioeconômica feita pela e para as comunidades quilombolas.

Sem falar nas entregas dos dados socioeconômicos por Estado, que estão sendo realizadas por webinars. Formatos até então distantes que se tornaram parte da nossa realidade e pontes para relacionamentos.

E falando em relacionamento à distância, não podemos deixar de citar a nossa participação no Geo For Good, um evento onde são apresentados projetos inovadores de várias partes do mundo.

E foi diretamente da nossa casa que apresentamos a análise “Mapeamento de vulnerabilidade nas comunidades tradicionais da Amazônia diante da pandemia de COVID-19”, que constatou os diferentes níveis de contaminação por covid-19 em 60 comunidades da Amazônia Brasileira. Uma contribuição científica valiosa.

Sem dúvidas, temos muito o que levar de 2020. Uma bagagem cheia de resiliência, coragem, compromisso e principalmente união. Superamos cada desafio juntos. Ficamos ainda mais fortes. Prontos para 2021.

Por isso, a cada um que esteve conosco neste ano de tantas mudanças, mas de inúmeras superações, desejamos de todo coração um feliz natal e um incrível ano novo.

Com carinho,

Ecam Projetos Sociais e Ecam Negócios Sociais.

Compartilhe

Equipe Ecam
Todos os posts

TOCANTINS: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA FAMILIAR QUILOMBOLA
Débora Gomes Lima

TOCANTINS: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA...

Foto: Raphael Rabelo O estado do Tocantins está inserido quase que totalmente no bioma Cerrado. A...

Continuar lendo

Compartilhe

PARAÍBA: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA FAMILIAR QUILOMBOLA
Josiel Alves

PARAÍBA: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA...

Foto: Josiel Alves Convivência com o semiárido  A Paraíba é um dos 10 (dez) estados que...

Continuar lendo

Compartilhe

MINAS GERAIS: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA FAMILIAR QUILOMBOLA
Maria Nilza e Alcione Mendes

MINAS GERAIS: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA...

Foto: Alcione Aparecida Mendes Relato sobre as comunidades quilombola de Santa Cruz de Ouro Verde de...

Continuar lendo

Compartilhe

QUILOMBO MESQUITA: BOAS PRÁTICAS DA AGRICULTURA FAMILIAR
Sandra Braga

QUILOMBO MESQUITA: BOAS PRÁTICAS DA...

Foto: Ecam/CONAQ Mesquita é uma comunidade quilombola que se encontra a cerca de 50 km de...

Continuar lendo

Compartilhe