08/03/2023

Por Ecam

Quilombolas produzem campanha publicitária para alertar sobre os riscos da COVID19 nos territórios

Quilombolas produzem campanha publicitária para alertar sobre os riscos da COVID19 nos territórios
reprodução: instagram.com/equipeecam
A campanha é resultado de mentorias que buscam apoiar quilombolas na produção de materiais informativos.

 

Quilombolas do Amapá recebem mentoria para a produção de campanha publicitária direcionada ao enfrentamento da COVID-19 pelas comunidades quilombolas. As mentorias fazem parte do Projeto Comunica Quilombo, iniciadas na primeira semana do mês de dezembro, com duração de 6 meses.

O projeto tem por objetivo promover ações de comunicação qualificada e de publicidade para a adesão à vacinação pelas comunidades quilombolas, que nos últimos dois anos relataram a demora na inclusão no Plano Nacional de Imunizações (NPI) e da ausência de uma comunicação específica para a realidade nos territórios. O projeto realizou um diagnóstico com mais de 40 quilombolas do Amapá e identificou a necessidade de oferecer mentorias para a produção de uma campanha online para as redes sociais, incluindo materiais impressos.

João Salles, 50, remanescente da Comunidade Quilombola Lagoa dos Índios (Macapá-AP) é um dos três quilombolas que fazem parte das mentorias. Salles atua na Coordenação das Comunidades Quilombolas do Amapá (Conaq-AP) e há mais de 20 anos acompanha as demandas das comunidades do estado, prestando assistência social e buscando parcerias com órgãos públicos e demais instituições dedicadas em promover uma melhor qualidade de vida à população.

A liderança conta que o acesso à informação foi prejudicado durante a pandemia, por falta de um material direcionado às comunidades sobre como agir diante da COVID-19. “A gente ia para as comunidades e conversava com o povo, explicava para eles como tinha que fazer. E como tem algumas comunidades distantes, sem transporte e sem internet, não tinha como se vacinar. Então, a gente trabalhou muito para que o poder público levasse essas vacinas para as comunidades. E a gente conseguiu, bem atrasado, mas conseguiu. Então, informávamos através das redes sociais, de ligação e presencialmente.[…] Muitas vezes nós tínhamos que ir pessoalmente conversar, porque uns diziam que a vacina não funcionava, que ia matar. Tinha muita gente que ficava com medo, e nós temíamos principalmente pelos nossos anciãos”.

Segundo a liderança, a mentoria vai trazer autonomia para as comunidades e facilitar o acesso à informação, pouco valorizada no período mais crítico da pandemia. “Eu vejo como um grande ganho, porque realmente as comunidades precisam ser informadas sobre tudo o que está acontecendo. Tem muita coisa que acontece na cidade que não chega lá [nos territórios quilombolas]. Então isso vai ajudar muito no desenvolvimento e no conhecimento das comunidades. O nosso objetivo nas mentorias é adquirir o que muitos quilombolas ainda não podem ter, por falta de acesso, e repassar para eles”, finaliza Salles.

Mentorias

As mentorias acontecem presencialmente no estado do Amapá e abordam fundamentos do design gráfico, ferramentas de edição de imagem e vídeo. Os alunos também recebem o apoio de lideranças quilombolas que atuam diretamente com a vacinação , para a produção de conteúdos sobre prevenção, tratamento e vacinação contra a COVID-19.

Ao final do curso, os mentorados e a mentorada poderão utilizar técnicas de design para criar cards e vídeos em vários formatos […]. A dinâmica das mentorias é justamente proporcionar momentos de bastante interação com os alunos, para que eles possam conhecer, na teoria e na prática, como o design pode apoiá-los em suas realidades”, destacou o Mentor Caio Betto.

O Projeto Comunica Quilombo é realizado pela Ecam, CONAQ, CONAQ/AP, em parceria com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), a Iniciativa de Novos Parceiros, Ampliando Parcerias em Saúde (NPI EXPAND) e a SITAWI (Finanças do Bem). Juntas, as instituições se uniram para alavancar soluções escaláveis e inovadoras como resposta a emergências à pandemia de COVID-19.

Sobre a NPI EXPAND

A USAID, a NPI EXPAND e a SITAWI Finanças do Bem se uniram para criar uma parceria para apoiar a Resposta à COVID-19 na Região Amazônica brasileira por meio de parcerias estratégicas para alavancar soluções inovadoras e escaláveis para fortalecer a resposta rápida a emergências e ao combate a COVID-19. Entre 2020 e 2021, a primeira fase da iniciativa distribuiu mais de 23 mil cestas básicas e kits de higiene, capacitou mais de 500 agentes comunitários de saúde, doou mais de 1,4 milhão de máscaras feitas por costureiras locais e divulgou mensagens educativas de prevenção para mais de 875 mil pessoas na região. Esta nova fase da está promovendo maior resiliência das comunidades amazônicas através do apoio amplo a vacinação contra a COVID-19, campanhas de informação e combate à fake News, e apoiando os sistemas locais de saúde na região com equipamentos e insumos para detectar, prevenir e controlar a transmissão de COVID-19, bem como realizar o acompanhamento de casos agudos de COVID-19 e tratar as sequelas de síndrome pós-COVID-19.”

Sobre a Ecam

A Ecam é uma organização que atua pela integração entre o desenvolvimento socioeconômico e o equilíbrio ambiental. Desde 2002, busca promover ações inovadoras, motivadas pelo interesse da sociedade e alinhadas à conservação do meio ambiente. Atualmente, a Ecam possui projetos com diferentes setores da economia, nacional e internacional, que fazem parte de suas duas principais
iniciativas: Ecam Projetos Sociais e Ecam Negócios Sociais.

Oficina de Comunicação e Engajamento Empodera Comunidades Quilombolas e Defensores de Direitos Humanos

Oficina de Comunicação e Engajamento Empodera Comunidades...

Em um esforço para fortalecer a voz das comunidades quilombolas e dos defensores de direitos humanos, a Ecam realizou no final do mês de março a...

Ecam abre inscrições para Oficina de Comunicação e Engajamento para Comunidades Quilombolas

Ecam abre inscrições para Oficina de Comunicação e...

Com o objetivo de fortalecer a comunicação interna e externa de comunidades quilombolas e defensores de direitos humanos, a Ecam anuncia uma...

Quilombolas do Amapá realizam consulta prévia para debater projeto de carbono comunitário

Quilombolas do Amapá realizam consulta prévia para debater...

Quilombolas do Amapá, deram um passo importante em relação ao fortalecimento das práticas agrícolas, aliadas à preservação ambiental do meio...

ReSeed chega ao Brasil com soluções baseadas na natureza e inserção de pequenos agricultores no Mercado de Carbono em parceria com a Dengo Chocolates

ReSeed chega ao Brasil com soluções baseadas na natureza e...

Marca brasileira de chocolate inicia parceria com americana ReSeed promovendo impacto social para a indústria do cacau, ampliando acesso à...