15/02/2019

Por Ecam

O QUILOMBO SE ESTUDA: OFICINA DE ANÁLISE DE DADOS SÓCIOECONÔMICOS E DE MAPEAMENTO SERÁ OFERTADA PARA QUILOMBOLAS DA RESEX QUILOMBO DO FRECHAL DO MARANHÃO

O QUILOMBO SE ESTUDA: OFICINA DE ANÁLISE DE DADOS SÓCIOECONÔMICOS E DE MAPEAMENTO SERÁ OFERTADA PARA QUILOMBOLAS DA RESEX QUILOMBO DO FRECHAL DO MARANHÃO

Jovens e lideranças da Resex Quilombo do Frechal do Maranhão receberão entre os dias 22 a 24 de fevereiro (sexta a domingo) uma oficina de formação em análise de dados sócio econômicos e de mapeamento através de metodologias de pesquisa quantitativas e qualitativas.

Esta ação consiste na terceira etapa de trabalho do Programa Novas Tecnologias e Povos Tradicionais e Programa Compartilhando Mundos desenvolvidos através da parceria entre a Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas –CONAQ, Associação de Moradores da Reserva Extrativista do Quilombo Frechal- AMOREQUIF, Equipe de Conservação da Amazônia- ECAM , Google Earth Solidário e Agência dos Estados Unidos para Desenvolvimento Internacional-USAID.

Para esta nova etapa com o programa Compartilhando Mundos os parceiros convidaram uma equipe reconhecida nacionalmente na área de análise de dados. Os profissionais do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados- IBPAD participarão durante todos os dias de oficina e serão os principais interlocutores nesta capacitação dos jovens e demais lideranças quilombolas.

Espera-se contar com o público de jovens quilombolas já formados nas etapas posteriores do Programa Novas Tecnologias, desenvolvidas em agosto de 2017 e março de 2018 nas quais o público presente recebeu formação nas ferramentas de pesquisa e mapeamento google, ODK- Open Data Kit, Google Terra e Youtube além de serem introduzidos à alguns conceitos de gestão territorial e planejamento do desenvolvimento sustentável da comunidade, os “Planos de Vida”.

Atualmente a Resex Quilombo Frechal possui grande acervo de informações sobre seu território, moradores e comunidades coletado pelos próprios quilombolas. Por isso, a importância neste momento de se aprender a ler estes dados e dar à eles significados e aplicabilidades positivas para a resex e seus moradores.

Participarão da oficina quilombolas das comunidades de Rumo, Frechal, Deserto, Santiago, Santa Tereza, Bom Viver, Porto Nascimento, Colônia e Graça de Deus, especialmente aqueles que já participaram das primeiras formações, suas lideranças e representantes das associações. A oficina acontecerá na comunidade de Frechal, em Mirinzal –MA entre o período 08:30 da manhã às 17:30 da tarde.

É esperado que através das análises dos dados socioeconômicos do quilombo e dos mapeamentos já realizados, os quilombolas possam se apropriar de estratégias mais assertivas de ação em prol da sustentabilidade e qualidade de vida do quilombo, inclusive na proposição e cobrança de políticas públicas que atendam às realidades local.

As organizações parceiras aguardam a tod@s para mais esta etapa!

*Matéria: Ana Carolina Fernandes- Assessoria de Comunicação- CONAQ

OFICINA DE ANÁLISE DE DADOS SOCIOECONÔMICOS E MAPEAMENTO ACONTECE ESTE FINAL DE SEMANA PARA QUILOMBOLAS DO MATO GROSSO

OFICINA DE ANÁLISE DE DADOS SOCIOECONÔMICOS E MAPEAMENTO...

Entre os dia 24 à 26 de maio (de sexta a domingo) comunidades quilombolas do Estado do Mato Grosso receberão a oficina de análise de dados...

Digital Influencer foi tema de oficinas de Educomunicação realizadas pelo Programa Territórios Sustentável

Digital Influencer foi tema de oficinas de Educomunicação...

Aproximadamente 100 pessoas, entre jovens e adultos, dos municípios de Terra Santa, Faro e Oriximiná, estiveram nos dias, 10, 11 e 13 de abril,...

Educomunicação retoma atividades nos municípios de Oriximiná, Terra Santa e Faro

Educomunicação retoma atividades nos municípios de...

As oficinas têm como principal objetivo democratizar o uso das ferramentas da comunicação possibilitando o empoderamento e engajamento de jovens...

ECAM leva metodologia do uso de ferramenta ODK para o Equador

ECAM leva metodologia do uso de ferramenta ODK para o...

Técnicos da Ecociencia e líderes indígenas Waorani, da região da Amazônia Equatorial, receberam o curso de capacitação na ferramenta ODK (Open...