18/06/2019

Por Ecam

Oficina em Educomunicação aborda Fotografia em dispositivos móveis na calha Norte do Pará

Oficina em Educomunicação aborda Fotografia em dispositivos móveis na calha Norte do Pará

As oficinas foram realizadas nos municípios de Terra Santa, Faro e Oriximiná no período de 12 a 15 de junho e atraíram um excelente público.

Aproximadamente 100 Jovens, representantes de organizações sociais e conselhos dos municípios de Terra Santa, Faro e Oriximiná participaram no período de 12 a 15 de junho de uma oficina que abordou o tema Fotografia em dispositivos móveis. A oficina faz parte das ações voltadas a Educomunicação que teve início em 2018 e que tem por objetivo promover o fortalecimento institucional das organizações dos três municípios, empoderamento e uso das ferramentas gratuitas da comunicação disponibilizadas na internet (blogs, sites, mídias e redes sociais), fomento e geração de renda.

Entre as oficinas ministradas em Educomunicação estão a produção de texto e roteiro para produção audiovisual, produção e edição de vídeos com aplicativos gratuitos, criação de páginas na web, mídias e redes sociais, marketing digital (Digital influencer) e fotografia em dispositivos móveis. “Nós alcançamos mais de 700 jovens que chegam meio tímidos, que após as oficinas soltam a criatividade, falam sobre temas que são atuais e estão no mundo virtual. Com as oficinas a gente fala também de cidadania, ética, riscos e oportunidades que a internet e as rede social nos disponibiliza”, enfatizou a jornalista Martha Costa, que coordenada das ações em Educomunicação.

Nesta etapa das oficinas o tema trabalhado com os jovens, representantes de organização social e conselhos foi a Fotografia em dispositivos móveis, os aparelhos celulares e smatphone. “A fotografia é um instrumento de comunicação e de fato dialoga com inúmeras vivências. Frisamos nas oficinas esse diálogo que vai além do processo técnico. É importante entendermos a responsabilidade que cada um de nós possui no processo da construção da imagem, e nos dias de hoje é o elemento com um grande diálogo. Fiquei muito feliz com a participação de todos que entenderam que a fotografia vai além do processo técnico e que ela está inserida em tudo que vemos, ouvimos e sentimos”, ressaltou Adrio Denner, presidente do FotoClube Tapajós.

De acordo com o presidente da Ecam, Vasco van Roosmalen, as oficinas fazem parte de uma estratégia desenvolvida pelo Programa Territórios Sustentáveis nos eixos Quilombolas e Capital Social para envolver os jovens no dia a dia das associações, sindicatos, conselhos, grupos e organizações. “Nós já havíamos pensado como envolver os jovens com atividades realizadas pelo Programa Territórios Sustentáveis nos três municípios e a partir de um diagnóstico participativo surgiu a ideia de trabalhar a tecnologia que é algo muito atual e que faz parte da vida deles. Com a Educomunicação a gente conseguiu trazer os jovens a participarem das oficinas e fazer com que eles pensem no bom uso dessas tecnologias”, finalizou o presidente da Ecam.

As oficinas em Educomunicação fazem parte das ações do Programa Territórios Sustentáveis, nos eixos Quilombola e Capital Social e contam com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN) e Usaid em parceria com as Prefeituras Municipais de Terra Santa, Faro e Oriximiná.

Quer saber mais sobre o Programa Territórios Sustentáveis, acesse a página www.territoriossustentaveis.org.br ou as páginas no Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e App.

Por: Martha Costa

Território Área Alto Trombetas I realiza validação do Plano de Gestão Territorial

Território Área Alto Trombetas I realiza validação do...

Ainda em processo de titulação de parte das suas terras, em sobreposição na Reserva Biológica do Trombetas (Rebio) e da Floresta Nacional...

Seminário em Belém discutirá alternativas de desenvolvimento sustentável na Amazônia

Seminário em Belém discutirá alternativas de...

Promovido pela Plataforma Parceiros Pela Amazônia em novembro, o Seminário Parcerias do Setor Privado pela Conservação da Amazônia abordará...

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do seu Plano de Gestão Territorial

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do...

O território quilombola de Cachoeira Porteira, titulado em 2018 pelo Instituto de Terras do Pará (Iterpa) possui renda diversificada entre o turismo...

Primeiro quilombo titulado do Brasil valida Plano de Gestão Territorial

Primeiro quilombo titulado do Brasil valida Plano de Gestão...

Prestes a celebrar 24 anos de titulação, a primeira na história do Brasil, realizada em novembro de 1995, o território quilombola de Boa Vista...