17/09/2019

Por Fernanda Costa

Planejamento Produtivo e sensibilização ambiental foram debatidos em ações da Pecuária Sustentável em Oriximiná

Planejamento Produtivo e sensibilização ambiental foram debatidos em ações da Pecuária Sustentável em Oriximiná

Pecuaristas, produtores, colaboradores das fazendas, criadores de gado de corte e leiteiro, estudantes das escolas técnicas e universidades, além de instituições voltadas a assistência técnica rural participaram na primeira quinzena de setembro das atividades do Projeto Pecuária Sustentável, que nesta segunda fase do segundo ciclo de atividades abordou o tema Planejamento Produtivo e Financeiro anual aplicado à agropecuária e debateu a necessidade da recuperação das áreas degradadas, preservação dos mananciais, Áreas de Preservação Permanente e  Áreas de Reserva legal.

De acordo com o engenheiro agrônomo da empresa Viaverde, Renato Perez, entre as constatações do projeto no município de Oriximiná está a desmistificação da falta de chuva, hoje com a ajuda de um pluviômetro os pecuaristas acompanham o índice de chuva que cada propriedade recebe mesmo em períodos escassos, como os meses de agosto a novembro quando impera o verão amazônico. “É comum a partir de agosto o gado começar a perder peso pela falta da pastagem, em 2018 nós distribuímos pluviômetros e os pecuaristas estão vendo que chove e onde foi aplicado as técnicas de pastejo rotacionado, intensificação de produção estão com a produção similar à de um período chuvosa”, ressaltou Renato.

A constatação das chuvas no período do verão amazônico, comprovam que a atividade econômica da pecuária na região é viável e pode ser sustentável a partir da utilização de técnicas como a criação intensiva, ideia que começa a ganhar corpo a partir das experiências bem-sucedidas. “Tivemos um encontro e um grande pecuarista da região que não faz parte dos produtores atendidos no projeto chegou à conclusão de algo que para nós é muito importante e nas palavras dele, afirmou que é melhor eu vender algumas propriedades, partir para a intensificação e produção em áreas menores para se obter resultados mais eficientes que é o objetivo do projeto”, enfatizou.

Reflorestamento

Dentre as concepções do projeto está a recuperação das áreas degradas, preservação dos mananciais, leitos dos rios e nascentes, iniciativas que começam a ser vistas como uma possível fonte de renda sustentável. “A gente começa a sentir nos produtores vontade de partir para este trabalho de preservar os mananciais, beiras de rio, Área de Preservação permanente e Áreas de Reserva Legal, alguns produtores começam a buscar mudas para um plano de recuperação das áreas degradadas, onde há intenção de realizar parcerias junto a iniciativa privada para a aquisição de mudas, e a cada dia vamos avançando no nosso objetivo que é a produção sustentável”, finalizou.

Nesta etapa foram realizadas visitas às propriedades cadastradas no projeto, reuniões para fortalecimento do grupo e definição de novas ações, palestras técnicas e apresentação de resultados.  O projeto da Pecuária Sustentável é realizado pela Equipe de Conservação da Amazônia dentro das ações do Programa Territórios Sustentáveis, é uma iniciativa desenvolvida a partir da gestão integrada da Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN), Associação Para Preservação da Floresta Tropical da Suécia (Regnskogs Föreningen) e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid).

Por Martha Costa

Território Área Alto Trombetas I realiza validação do Plano de Gestão Territorial

Território Área Alto Trombetas I realiza validação do...

Ainda em processo de titulação de parte das suas terras, em sobreposição na Reserva Biológica do Trombetas (Rebio) e da Floresta Nacional...

Seminário em Belém discutirá alternativas de desenvolvimento sustentável na Amazônia

Seminário em Belém discutirá alternativas de...

Promovido pela Plataforma Parceiros Pela Amazônia em novembro, o Seminário Parcerias do Setor Privado pela Conservação da Amazônia abordará...

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do seu Plano de Gestão Territorial

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do...

O território quilombola de Cachoeira Porteira, titulado em 2018 pelo Instituto de Terras do Pará (Iterpa) possui renda diversificada entre o turismo...

Primeiro quilombo titulado do Brasil valida Plano de Gestão Territorial

Primeiro quilombo titulado do Brasil valida Plano de Gestão...

Prestes a celebrar 24 anos de titulação, a primeira na história do Brasil, realizada em novembro de 1995, o território quilombola de Boa Vista...