08/10/2019

Por Fernanda Costa

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do seu Plano de Gestão Territorial

Quilombolas de Cachoeira Porteira realizam validação do seu Plano de Gestão Territorial

O território quilombola de Cachoeira Porteira, titulado em 2018 pelo Instituto de Terras do Pará (Iterpa) possui renda diversificada entre o turismo de base comunitário e o extrativismo com a coleta da castanha do Pará, possui uma média de 145 famílias que residem nos 225 mil hectares de terra, mas mesmo diante de tanta riqueza e com a conquista do título coletivo os moradores de Cachoeira Porteira estão pensando no futuro e nos dias 05 e 06 de outubro, estiveram reunidos em assembleia para debater a validação do Plano de Vida e Implementação do Fundo Quilombola.

Durante a assembleia foram validados os temas Cultura, Educação, Fortalecimento Institucional, Geração de Renda, Habitação, Meio Ambiente e Saúde, com prazo para concretização de até dez anos e revisão para cada dois anos, além de possíveis parceiros. Também fez parte da assembleia o início do processo de implementação do Fundo Quilombola com a escolha do nome dos integrantes do Conselho Gestor do Fundo composto pelo Coordenador, Mauricélio Ferreira Moda; secretário Claudemir Soares Franco (titular) e Raquel da Silva Santos (suplente); Conselho deliberativo, Nilcelena Cunha da Glória do Carmo, Rosineide Cordeiro Rocha e Janilo Antônio Pereira Valente.

A Construção do Plano de Vida em Cachoeira Porteira foi elaborado pelos moradores e representantes da Associação dos Moradores da Comunidade Remanescente de Quilombo Cachoeira Porteira (Amocreq-CPT) em agosto de 2018 e faz parte das ações do eixo Quilombola desenvolvido pela Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) dentro do Programa Territórios Sustentáveis em parceria com a Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná (Arqmo).

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa de gestão integrada gerida pela Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN) e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid).

 

Por Martha Costa

Ecam participa das celebrações do 278º Aniversário do Quilombo Mesquita

Ecam participa das celebrações do 278º Aniversário do...

Localidade é uma das comunidades quilombolas mais antigas do Brasil. A Ecam teve a honra e a alegria de participar como apoiadora nos dias 18 e 19 de...

Ecam recebe Prêmio Geo for Good 2023 do Google Earthoutreach por projeto de Carbono Social

Ecam recebe Prêmio Geo for Good 2023 do Google...

Reconhecimento destaca impacto positivo da organização em projetos geoespaciais. Estamos felizes em compartilhar que a Ecam foi reconhecida como uma...

Estágio: Oportunidade imperdível para futuros jornalistas e comunicadores!

Estágio: Oportunidade imperdível para futuros jornalistas...

A Conaq, em parceria com a Ecam, está abrindo vagas de estágio para estudantes de Jornalismo ou áreas afins (1 vaga para designer gráfico e 1 vaga...

Oficina de Comunicação e Engajamento Empodera Comunidades Quilombolas e Defensores de Direitos Humanos

Oficina de Comunicação e Engajamento Empodera Comunidades...

Em um esforço para fortalecer a voz das comunidades quilombolas e dos defensores de direitos humanos, a Ecam realizou no final do mês de março a...