03/12/2019

Por Fernanda Costa

Sharing Word: programa de inclusão tecnológica chega à reta final com mais de 600 quilombolas capacitados

Sharing Word: programa de inclusão tecnológica chega à reta final com mais de 600 quilombolas capacitados

São esperados 90 jovens na última oficina do programa

Na próxima sexta (6/12), acontece no Pará, a última atividade do programa Sharing Worlds (Compartilhando Mundos), que envolveu 140 comunidades quilombolas da Amazônia Legal. A ação tem o objetivo de empoderar e oferecer ferramentas tecnológicas necessárias para que os comunitários coletem dados socioeconômicos de seu território e, assim, possam identificar potencialidades, necessidades e propor melhorias em sua região. Nesta oficina, são esperados 90 quilombolas.

Os participantes, na primeira fase do programa, foram ensinados a usar ferramentas de pesquisa da Google sobre dados qualitativos e quantitativos (ODK-Open Data Kit) e mapeamento georreferencial e cultural (Google Earth). Nessa capacitação, os jovens foram à campo, em suas próprias comunidades, para aplicar o questionário socioeconômico formulado pela CONAQ e coletar dados importantes de seus territórios.

As oficinas já capacitaram cerca de 600 pessoas em várias regiões do Brasil. A geógrafa e mestra em gestão ambiental, Meline Machado, que está à frente da coordenação do Programa Compartilhando Mundos na Ecam, explica que os programas trouxeram resultados bem-sucedidos. “Os jovens capacitados perpetuaram os conhecimentos e capacitaram novas pessoas nas suas comunidades e dessa forma, tivemos quase 3 vezes mais pessoas aplicando as ferramentas em campo em comparação com as capacitadas”, afirma.

Para Vasco Van Roosmalen, diretor da Ecam, o programa Compartilhando Mundos é uma maneira de colaborar com a autonomia dos territórios.  “Nossa ideia é apoiar as comunidades para eles registrarem o passado, entenderem o presente e planejarem o futuro. As ações são sempre planejadas para que, de forma colaborativa, a comunidade consiga pensar nas suas necessidades e maneiras de resolvê-las”, explica.

Meline ainda conclui sobre a experiência em campo. “Temos aprendido muito com os quilombolas sobre resistência, luta, ancestralidade e fortalecimento cultural, que move essas comunidades para seguirem em busca por melhorias em seus territórios”, concluiu.

As iniciativas do Compartilhando Mundos são fruto de uma parceria entre ECAM, Google Earth Solidário e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O programa ainda contou com o apoio da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ) em algumas comunidades quilombolas.  Além do Pará, as oficinas atenderam estados como Maranhão, Mato Grosso, Tocantins, Amapá e Rondônia.

Projeções 2020

Para 2020, o Programa Compartilhando Mundos, que tem como proposta atender as necessidades e demandas das comunidades quilombolas, trará a divulgação e publicação dos resultados obtidos durante os anos anteriores, além do lançamento do portal construído para a CONAQ. Os encontros com os jovens continuarão nos seis estados, envolvendo apoiadores e parceiros, inclusive instituições  governamentais.

CAPACITAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO FORTALECE TERRITÓRIOS QUILOMBOLAS

CAPACITAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO FORTALECE...

A troca de experiências entre os participantes fortalece o protagonismo das comunidades e consolida a comunicação como um instrumento de luta....

Agricultores de Paulo Frontin conhecem iniciativa que unifica agricultura com produção de carbono

Agricultores de Paulo Frontin conhecem iniciativa que...

Uma roda de conversa direcionada a apresentação dos resultados de viabilidade econômica sobre o pagamento por serviços ambientais para os Sistemas...

Comunidades Quilombolas do Amapá se unem para discutir Projeto de Carbono Social

Comunidades Quilombolas do Amapá se unem para discutir...

No último dia 25 de maio, as comunidades quilombolas de Curiaú, Casa Grande, Pescada e Fugido, no Amapá, se reuniram para discutir a implantação...

Novo Acordo de Cooperação Técnica promete impulsionar a sustentabilidade e a agricultura familiar no país

Novo Acordo de Cooperação Técnica promete impulsionar a...

Um termo de cooperação técnica assinado no mês de maio entre o Instituto Global ESG, a Ecam, a companhia americana ReSeed e o Grupo Arnone,...