20/08/2019

Por Fernanda Costa

Território Alto Trombetas I participa de prestação de contas dos recursos do Mecanismo Financeiro

Território Alto Trombetas I participa de prestação de contas dos recursos do Mecanismo Financeiro

Na relação dos bens e serviços adquiridos para as comunidades estão: equipamentos para energia solar, grupo gerador, lancha, kit multimídia para a associação, entre outros.

Moradores das comunidades quilombolas de Mãe Cué, Sagrado Coração de Jesus, Tapagem, Santo Antônio do Abui, Paraná do Abuí e Abuí, no Território Alto Trombetas I, estiveram reunidos nesta semana para participarem da reunião de prestação de contas dos recursos pertinentes ao Mecanismo Financeiro. A reunião foi realizada na comunidade de Tapagem e teve como principal objetivo promover a transparência no processo de aquisição de produtos e serviços adquiridos pelas lideranças locais para benefício das comunidades.

A gestão compartilhada dos recursos referente ao Mecanismo Financeiro está sob a responsabilidade da Fundação de Tecnologia Florestal e Geoprocessamento – Funtec, que entre outras atribuições realiza a prestação de contas de todo o recurso financeiro investido nas comunidades. O processo para aquisição dos bens e serviços elencados pelas comunidades, por meio do Conselho Deliberativo, embora pareça simples é composto por várias etapas que inclui ata de demanda da comunidade para deliberação do conselho, aprovação das comunidades, cotação de preços, qualidade do produto e tempo de entrega.

Na relação dos bens e serviços adquiridos para as comunidades estão: equipamentos para energia solar, grupo gerador, lancha, kit multimídia para associação entre outros. Durante a prestação de contas foram apresentados, por meio de relatórios financeiros (detalhado e resumido) as lista de lançamentos e despesas, cópia dos comprovantes de despesas e das licitações/contratações efetuadas, bem como extrato bancário atualizado.

O Mecanismo Financeiro faz parte das ações do eixo Quilombola, que visa promover o fortalecimento institucional das associações quilombolas do município de Oriximiná. O Eixo Quilombola é desenvolvido pela Equipe de Conservação da Amazônia dentro do Programa Territórios Sustentáveis, uma iniciativa que busca contribuir para o desenvolvimento de uma estratégia sustentável nos municípios de Oriximiná, Terra Santa e Faro.

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa da Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) com apoio financeiro da Mineração Rio Norte (MRN) e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid).

Por Martha Costa

Em evento mundial, brasileira apresenta estudo sobre situação dos territórios tradicionais diante da pandemia

Em evento mundial, brasileira apresenta estudo sobre...

O Geo For Good Summit promove, anualmente, ações e projetos com impacto positivo ao redor do mundo. Entre os dias 20 e 22 deste mês, acontecerá a...

Cursistas do Projeto Capacitar para Conservar passam em processo seletivo para Guardaparque

Cursistas do Projeto Capacitar para Conservar passam em...

Ao todo, o curso de Guardaparque, oferecido pela Ecam em parceria com o Fundo Amazônia, capacitou mais de 160 agentes e gestores ambientais. Seis...

Quilombolas pedem ao STF plano emergencial de enfrentamento à Covid-19

Quilombolas pedem ao STF plano emergencial de enfrentamento...

A ação solicita medidas urgentes de acesso à saúde, segurança alimentar e garantia de isolamento em suas comunidades.  Diante do ocorrência e...

Em meio a pandemia, Ecam e parceiros apoiam comunidades tradicionais de  9 Estados

Em meio a pandemia, Ecam e parceiros apoiam comunidades...

Cestas básicas, kits de higiene e equipamentos médicos fazem parte das doações. Ecam e parceiros realizam entrega de materiais de apoio para povos...